reflexões
como eu entendo a Terra, nesse momento

No princípio, a Terra era o destino-porto de todas as almas
sofridas pelo pecado de origem;
hospital-socorro às vítimas do erro e da injustiça;
escola-reformatório à todos os analfabetos de virtudes
e presídio-regenerador a quantos mancharam suas fichas de identificação.

E vieram os pseudo-sábios e escravizaram as almas doentias
atormentado-as ainda mais com o pecado do eterno.
Superlotaram o hospital com seus erros e injustiças;
desvirtuaram o ensino, analfabetizando até os que já eram virtuosos;
identificaram-se com o crime, cadastrando-se para as tormentas do presídio.

Eis que foram dadas novas e oportunas chances
aos que têm a alma em dor e já compreendem o pecado.
Esses, tomaram a frente para atender aos sem-hospitais e sem socorro;
matriculando-se na escola de todas as virtudes
e auxiliando aos encarcerados a compreender a justiça da lei e as leis de justiça.

Novos céus e novas terras são prometidos para daqui a pouco,
quando as almas dessa atual geração terminar sua etapa missionária.
Os que socorrerem os que erram, clarificarão a Justiça;
os que escolarizarem a moral e a ética
se doutorarão em novas e mais sábias virtudes
E os que têm a cumprir a lei de causa e efeito
serão conduzidos a uma outra gênese,
Onde superlotarão novos hospitais,
matricular-se-ão em novas escolas
e ainda terão que suportar os efeitos da lei,
por amor ao amor e à causa da própria Justiça.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: